quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Colagens de Silvio Alvarez no Conjunto Nacional

"Não desejo apenas que as pessoas vejam e apreciem quadros, quero que elas saiam da minha exposição com vontade de produzir colagens".

Exposição mostra as obras do artista plástico paulistano e permite interação entre o público e ele, que explica seus métodos de trabalho

Resultado de imagem para Colagens de Silvio Alvarez no Conjunto Nacional
Silvio Alvarez em ação.
 Foto: Zé Goulart

O artista plástico Silvio Alvarez inaugura no dia 16 de outubro a exposição Colagens de Silvio Alvarez, na qual mostrará obras inéditas e outras feitas anteriormente, incluindo releituras no formato colagem de pinturas célebres oriundas de diferentes movimentos artísticos.

A entrada é gratuita, e o local é o Conjunto Nacional, na Avenida Paulista, onde ficará até o dia 29 de outubro. O artista estará presente, produzindo novas obras e interagindo com o público.

A arte entrou na vida de Silvio Alvarez de forma curiosa. Por volta de seus 25 anos de idade, ele teve sérios problemas de saúde de fundo emocional. A saída para essa crise pessoal surgiu ao se voltar para a colagem como instrumento de arte terapia. Mal sabia ele que, na verdade, esse seria o início de uma nova etapa de sua existência. Detalhe: o cara nunca havia se interessado de fato por essa área da atividade cultural anteriormente.  Nascido em São Paulo, ele mora há 20 anos na estância turística de Joanópolis (SP).

Exposição Colagens de Silvio Alvarez no Conjunto Nacional – De 16 a 29 de outubro de 2016

Av. Paulista 2073 - Consolação - São Paulo.
A exposição acontece na saída para a Rua Augusta.
Entrada gratuita
Horário de visitação: De segunda a sábado das 7h às 22h
Domingos e feriados das 10h às 22h

Algumas das obras que serão expostas:

Passarinhos – collage sobre MDF – 100 x 100 cm – 2016 – com inspiração na canção “Passarinhos”, de Emicida.
Jardim das Delícias – collage sobre MDF – 150 x 150 cm – 2016 - releitura livre da parte central do tríptico “O Jardim das Delícias Terrenas”, obra de Hieronymus Bosch.
Favela de Magritte  - collage sobre MDF – 100 x 100 cm – 2016 - releitura livre da obra “Castelo dos Pirineus”, de René Magritte.
Recortando Pollock – collage sobre MDF – 70 x 50 cm – 2016 – releitura livre da obra de Jackson Pollock